SUPERAR a Crise Financeira – Parte 2

Continuando o Post anterior que falamos sobre como conseguir superar a CRISE FINANCEIRA no Brasil.

Para avaliarmos o nosso orçamento o melhor a se fazer é conhecer todas as nossa renda familiar e anotar todas as despesas mensais.

Com estes dados pelo menos de uns três meses já dará para ter uma boa noção de como está o nosso orçamento.

Essa ação exige planejamento e atenção, pois não é uma tarefa muito legal mas é de extrema importância.

A ideia aqui é que você saiba exatamente pra onde está indo seu dinheiro para evitar aquele desconforto: começo de mês mas o dinheiro já acabou.

Com este levantamento você perceberá o que pode ser cortado imediatamente e o que ser evitado para os próximos meses.

Então lembre-se de anotar tudo para depois poder avaliar cada gasto.

Corte de despesas

 

Superar CRISE FINANCEIRA no Brasil

Apertar o orçamento

Assim dá para identificar quais são as despesas fixas e as despesas variáveis (que podem ser reduzidas e/ou as que podem ser cortadas).

Um exemplo é o desperdício de alimentos, toda vez que jogamos fora um resto de comida podemos estar comprometendo junto o nosso orçamento familiar.

Evitar comprar muitas coisas perecíveis de uma vez só (vários tipos de legumes, de frutas).

Temos que saber que quando voltarmos lá terá tudo fresquinho novamente, não precisa se desesperar.

Isso vale para todos os serviços que recebemos energia, saiu do ambiente, apague a luz e por aí vai.

Mas estes problemas são pequenos se comparados a dívidas  com instituições bancárias.

Em momentos de desespero pode parecer uma solução usar o cheque especial ou pagar o rotativo do cartão de crédito.

Os bancos oferecem este serviço com a maior facilidade possível mas isso pode ser uma armadilha, um poço sem fundo.

Os juros cobrado por empréstimos como estes são exorbitantes.

Então a primeira coisa a se fazer é economizar para conseguir pagar estas dívidas.

Pode demorar um pouco mas eu tenho certeza que valerá muito a pena.

 

Conclusão

 

Não é que você se torne “munheca”, não é para gastar menos, mas passar a usar seu dinheiro com eficiência.

O primeiro alvo a ser atingido é conseguir pagar todas as dívidas para passar de um devedor para um investidor.

Pode demorar um pouco e exigirá sacrifício por um tempo, mas eu te garanto que a recompensa é maior.

Gratificante é deitar a cabeça no travesseiro sem pensar nas contas que venceram e você não tem dinheiro pra pagar.

Quanto mais você conseguir reduzir as despesas supérfluas do dia a dia, mais tranquilidade terá no futuro.

 

Se você gostou deste assunto, tem dicas de conteúdo, deixe um comentário ou me mande um e-mail contato@modifiqueosfatos.com.

Um grande abraço amigos.

Patrícia Castro

A Patrícia Castro tem 30 anos, é paulista, casada, Cristã, administradora por formação e se apaixonou pelo empreendedorismo digital. Aqui ela compartilhará os conhecimentos adquiridos na sua caminhada.

Website: http://modifiqueosfatos.com

1 Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *